sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Meu jardim



"Ontem o girassol ,

brilhou de sol a sol.

Hoje a borboleta,

brincou com a violeta

e a operosa abelha,

beijou a rosa vermelha.

Amanhã a magnólia

vai contar a história

do Reizin Valentin

e seu cavalo Bandolin.

Coisas coloridas assim,

acontecem em meu jardim."
Cyro de Mattos

Sachês


Peguei a mania de sachês.É fácil, rápido e agrada a todos. Esse eu fiz para Ana,


que
gostou muito e me encomendou mais alguns.
Aproveitei e fiz mais três bem coloridos. Uma delícia!


quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Casaquinho com capuz em crochê




Esse casaquinho mora lá em Brasília agora, perto de um rapazinho lindo e bochechudo que ainda não tive a oportunidade de apertar. Fiz com lã Super Bebê e agulha número 2. Não possuo gráfico, fiz me arriscando e morrendo de medo de errar as medidas.

Sempre que eu olho essa foto, me dá vontade de fazer um monte de coisas para bebê ,o que infelizmente anda impossível, já que o dia tem apenas 24 horas.

A origem do tricô e do crochê


Tricô

O tricô é uma técnica para entrelaçar o fio (de lã ou outra fibra têxtil) de forma organizada, criando-se assim um pano que, por suas características de textura e elasticidade, é chamado de malha de tricô ou simplesmente tricô.Pode ser feito manualmente, com duas agulhas, ou só com uma que, além de propiciar o entrelaçamento do fio (criando cada ponto), abrigam a malha de tricô já tecida. A técnica nasceu provavelmente no Egito onde o entrelaçamento era feito com a ajuda de ossos ou madeira. Os belgaslevaram a técnica aos ingleses onde as mulheres a desenvolveram para produzir meias e cachecóis que protegessem seus maridos e mesmas produziam. Por isso até hoje o tricô está relacionado ao inverno, o que a tecnologia reinventou, levando-a também para as malhas de verão através de fios leves e apropriados. A mortalha tecida por Penélope para poder ser desfeita só poderia ser feita em tricô, visto que ela a desfazia a noite para ganhar mais prazo para espera do seu amado Odisseu (A malha permite o descampionamento que é jeito ligeiro de desfazer um tecido de malha os outros processo de tecimento não possuem nada semelhante).
Fonte: Wikipédia, a enciclopédia livre
Inicialmente feito à mão, esta prática era destinada
tanto para roupas funcionais quanto para roupas decorativas, ocorrendo em regiões de lã
abundante. A partir do século XIX, passaram a usar as chamadas máquinas de tricô. Durante as duas grandes guerras mundiais, as mulheres tricotavam peças para os soldados como a
balaclava, que se tornou moda.
Mas foi no final dos anos 60 que o tricô se popularizou definitiva e firmemente no mercado da moda, ocorrendo nos anos 70 um retorno ao tricô artesanal, que permanece até hoje.
Copyright © Serviço Brasileiro de Respostas Técnicas - SBRT

Crochê
A palavra foi originada de um termo existente no dialeto nórdico, com o significado de gancho (que é a forma do bico encurvado da agulha utilizada para puxar os pontos), que também originou croc, que em francês tem o mesmo significado. Ninguém tem a certeza de quando ou onde o crochê começou. Segundo os historiadores os trabalhos de crochê tem origem na Pré-história. A arte do crochê, como a conhecemos atualmente, foi desenvolvida no século XVI. O escritor dinamarquês Lis Paludan tentou descobrir a origem do crochê na Europa e fundamentou algumas teorias. A mais provável é a de que o crochê se originou na Arábia e chegou à Espanha pelas rotas comerciais do Mediterrâneo. Também há indícios posteriores da técnica em tribos da América do Sul, que usavam adornos de crochê em rituais da puberdade. Na China, bonecas eram feitas com a mesma técnica. Entretanto, o autor afirma que não há evidência concreta sobre o quão antiga é a arte do crochê.
A origem mais provável vem da técnica de costura chinesa, uma forma primitiva de bordado que foi difundida no Oriente Médio e chegou à Europa por volta de 1700. Mas o crochê só começou a ser fortemente difundido em 1800. A francesa Riego de La Branchardiere desenhou padrões que podiam ser facilmente duplicados e publicou em livros para que outras pessoas pudessem começar a copiar os desenhos. Os trabalhos com a técnica do crochê podem ser realizados com qualquer tipo de fio ou material. Tudo depende da peça a ser executada: uma toalha delicada ou uma colcha, um casaco ou um tapete resistente. Atualmente usa-se a técnica para confeccionar variadas peças, tudo depende da criatividade de cada um.
Fonte: Wikipédia

Sem poesia não se vive!





“Minha mãe achava estudo a coisa mais fina do mundo.


Não é.


A coisa mais fina do mundo é o sentimento.


Aquele dia de noite, o pai fazendo serão,ela falou comigo:


‘Coitado, até essa hora no serviço pesado ’.


Arrumou pão e café, deixou tacho no fogo com água quente.


Não me falou em amor.


Essa palavra de luxo”.


(“Ensinamento”, in Poesia Reunida, Adélia Prado)

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

E lá vamos nós!



Tenho que começar de alguma forma não é mesmo?
Mesmo que a minha redação seja totalmente caipira, vamos a isso. E claro, falando de crochê.
Ano passado eu descobri uma receitinha que ninguém dava nada por ela, nem eu. Como gosto de confeccionar peças pequenas e rápidas, não deixei os dedos passarem vontade. Fiz as minhas modificações e ofereci de presente a algumas pessoas . Logo surgiram encomendas e eu já perdi as contas de quantos eu já fiz. Acho que uns trezentos (Faço mais trezentos se for o caso, não me cansei). E como COMPARTILHAR é um verbo que eu amo, deixo as fotos e o gráfico para quem quiser. É uma peça fácil , bem legal pra quem está começando ou deseja confeccionar um agrado de última hora.








domingo, 22 de fevereiro de 2009


Test

Meu Universo
PG
Composição: JESUS A. ROMERO / VERSÃO: PG

Que sejas meu universo
Não quero dar-te só um pouco do meu tempo
Não quero dar-te um dia apenas da semana

Que sejas meu universo
Não quero dar-te as palavras como gotas
Quero que saia um dilúvio de bençãos da minha boca

Que sejas meu universo
Que sejas tudo o que sinto e o que penso
Que de manhã seja o primeiro pensamento
E a luz em minha janela

Que sejas meu universo
Que enchas cada um dos meus pensamentos
Que a tua presença e o teu poder sejam alimento
Jesus este é o meu desejo

Que sejas meu universo
Não quero dar-te só uma parte dos meus anos
Te quero dono do meu tempo e dos meus planos

Que sejas meu universo
Não quero a minha vontade
Quero agradar-te
E cada sonho que há em mim quero entregar-te